Última hora

Última hora

Vítimas da ofensiva anti-Talibã ascendem a 200 mortos

Em leitura:

Vítimas da ofensiva anti-Talibã ascendem a 200 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Intensifica-se a luta contra os bastiões Talibã no sul do Afeganistão. Segundo fontes próximas da coligação militar chefiada por Washington, o bombardeamento de uma aldeia no distrito de Panjway, a sudoeste de Kandahar, terá morto pelo menos 50 combatentes durante a noite.

Um número negado por fontes Talibã, que referem pelo menos 15 civis mortos. Segundo responsáveis do hospital de Kandahar, mais de 40 feridos ingressaram na instalação nas últimas horas. O comando militar anunciou que vai abrir um inquérito a eventuais danos colaterais. Desde quarta-feira que se sucedem os ataques da coligação aos combatentes Talibã junto à fronteira do Paquistão, nas províncias de Kandahar, Helmand e Oruzgan. Os combates terão provocado mais de 200 mortos, entre combatentes Talibã, civis, quatro militares estrangeiros e seis polícias afegãos. A acção militar ocorre a semanas das tropas da NATO substituírem a coligação chefiada pelos Estados Unidos. Segundo alguns observadores, a tensão demonstra antes de mais, a incapacidade do governo afegão em combater os poderosos senhores do ópio que controlam a região e financiam os Talibã.