Última hora

Última hora

Forças militares estrangeiras já estão a chegar a Dili

Em leitura:

Forças militares estrangeiras já estão a chegar a Dili

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro contingente militar australiano já chegou a Timor-Leste. Um avião Hércules C 130 aterrou, pouco depois das 16 horas, em Díli, com um primeiro grupo de cem homens. A chegada das tropas australianas foi recebida com jubilo pelas várias dezenas de pessoas que se concetraram nas proximidades do aeroporto.

Para além do avião chegou também, ao porto de Díli, o primeiro navio militar australiano. Há poucas horas, o presidente Xanana Gusmão decidiu retirar o comando militar e a segurança do território ao governo, chamando a si esse poder. A situação nas ruas da capital é de grande tensão. Esta manhã os confrontos entre os rebeldes e as forças da ordem terão feito pelo menos seis mortos. Há agências internacionais que falam de cerca de duas dezenas de mortos, mas esses números não foram ainda confirmados. O líder dos soldados rebeldes tinha admitido que sob o comando do presidente Xanana Gusmão e com a chegada das tropas estrangeiras poderia haver condições para negociações e para que os revoltosos depusessem as armas. Aos jornalistas disse que “só haverá paz colocando os criminosos por detrás das grades” e que “toda a gente tem que respeitar a justiça”. Face à situação no país, a Austrália e os Estados Unidos começaram a repatriar os seus cidadãos. Portugal e a Malásia também responderem positivamente ao pedido de envio de tropas para Timor-Leste. O governo português espera que o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprove uma resolução para a constituição de uma força multinacional.