Última hora

Última hora

UE deve prolongar "reflexão" sobre Constituição Europeia

Em leitura:

UE deve prolongar "reflexão" sobre Constituição Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Mais tempo para “pensar” na Constituição Europeia. Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos Vinte Cinco iniciaram hoje em Viena uma reunião “informal” de dois dias para debater o “Futuro da Europa”.

O sentimento geral é de que o “período de reflexão” sobre o tratado constitucional, que terminará no próximo mês, deverá ser prolongado, pelo menos até Junho de 2007, ou seja, após as eleições presidenciais em França e legislativas na Holanda. Uma opinião partilhada pelo chefe da diplomacia portuguesa, Freitas do Amaral. À chegada à capital austríaca, o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros confirmou implicitamente a prolongação do prazo. Frank-Walter Steinmeier “parte do princípio que a presidência alemã” da União (no primeiro semestre de 2007), “será encarregada de fazer uma proposta substancial sobre a forma de dar continuidade ao processo de ratificação” da Constituição Europeia. Ainda sem um consenso sobre o abandono ou reformulação do texto, os Vinte Cinco vão tentar estabelecer um plano até à Cimeira de 15 e 16 de Junho, que permita “trabalhar na substância” sobre um “tratado de base” a partir de 2007. Ratificada até ao momento por 15 países, a Constituição Europeia está “bloqueada” desde o “Não” da França e da Holanda, respectivamente em Maio e Junho de 2005.