Última hora

Última hora

Alvaro Uribe reeleito por mais 4 anos, com a Esquerda a encabeçar oposição

Em leitura:

Alvaro Uribe reeleito por mais 4 anos, com a Esquerda a encabeçar oposição

Tamanho do texto Aa Aa

A política dita de “segurança democrática” do presidente colombiano Alvaro Uribe volta a valer-lhe uma vitória nas urnas.

O chefe de Estado foi ontem reeleito para um novo mandato de 4 anos, com uma maioria esmagadora de 62,23% dos votos. O seu principal opositor, Carlos Gaviria, do Pólo Democrático Alternativo, de centro-esquerda, recolheu apenas 22% de votos, conseguindo, no entanto,afirmar-se como a principal figura da oposição ao superar os tradicionais Partido Liberal Colombiano e Partido Conservador Colombiano. Alvaro Uribe tinha alterado a Constituição há meses para se poder apresentar a um segundo mandato. A medida polémica, referendada agora pelas urnas, sublinha antes de mais a importância do conflito com a guerrilha das FARC que dura há quarenta anos no país. Uribe que é acusado de apoiar várias contra-guerrilhas, lançou desde há quatro anos uma verdadeira guerra às FARC, renovada durante a campanha eleitoral e sublinhada pelo aparato de segurança que rodeou o sufrágio de ontem. Mais de 220 mil polícias vigiaram as assembleias de voto onde não se registaram quaisquer incidentes, graças a uma trégua eleitoral das FARC, o que não evitou que a abstenção se aproximasse dos 50%. Os detractores de Uribe sublinham agora que é chegada a hora do presidente dar a primazia às questões sociais, nomeadamente o combate à pobreza.