Última hora

Última hora

Desespero dos sobreviventes do sismo aumenta

Em leitura:

Desespero dos sobreviventes do sismo aumenta

Tamanho do texto Aa Aa

O drama provocado pelo sismo na ilha Indonésia de Java aumenta de dia para dia. Nos hospitais salta a vista a falta de condições para acolherem os mais de 20 mil feridos, segundo as Nações Unidas. Além de espaço, faltam médicos e medicamentos.

Outro problema é a inexistência de infra-estruturas de abrigo para os desalojados, que, de acordo com a mesma fonte, ascende aos 100 mil. O tremor de terra abalou a região no sábado de manhã, com o epicentro localizado no Oceano Indico, ao largo de Yogyakarta, com uma magnitude de 6,3 graus na escala de Ricther. Está confirmada a morte de mais de 5 mil pessoas. As prioridades do governo e das agências humanitárias são erguer tendas e fornecer água potável. A ajuda internacional já começou a chegar de todos os canto do mundo, nomeadamente mantimentos, equipas de resgate e de assistência. O auxílio vai chegando a uma área em que se estima que 25 mil habitações ficaram reduzidas as escombros. O governo indonésio declarou o estado de emergência para os próximos três meses e espera gastar cerca de cem milhões de euros nas operações de ajuda e de reconstrução.