Última hora

Última hora

Noite tranquila em Timor-Leste

Em leitura:

Noite tranquila em Timor-Leste

Tamanho do texto Aa Aa

Em Timor-Leste o dia terminou em paz. A reunião do Conselho de Estado foi suspensa ao final do dia e prosseguirá esta terça-feira. Durante a pausa para o almoço, Xanana Gusmão conseguiu acalmar os timorenses que se manifestavam junto ao palácio presidencial

Xanana pediu que regressassem a casa e que tivessem confiança na resolução dos problemas do país. Segundo fontes próximas das negociações, em discussão está a possibilidade de afastamento dos ministros da Administração Interna, Rogério Lobato e da Defesa, Roque Rodrigues.

A confirmar-se esta solução, o presidente Xanana Gusmão deverá assumir interinamente a defesa e os assuntos internos do país. Os timorenses têm pedido a demissão do primeiro-ministro, Mari Alkatiri, mas a reunião desta segunda-feira terá decorrido em clima de grande proximidade entre Xanana e Alkatiri. O dia começou em Díli com as pilhagens a restaurantes, lojas e armazéns, mas a situação normalizou-se mais tarde.

Segundo a imprensa australiana, 130 militares e polícias revoltosos entregaram as armas e renderam-se às forças australianas e um dos líderes da revolta terá enviado um emissário a Díli, para dizer ao presidente que estão dispostos a negociar a paz. No território estão já vários contingentes militares da Austrália, da Malásia e da Nova Zelândia. Os militares da GNR enviados por Portugal deverão chegar ainda esta semana.