Última hora

Última hora

Violência urbana volta a agitar noites nos arredores de Paris

Em leitura:

Violência urbana volta a agitar noites nos arredores de Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Segunda noite de violência urbana volta a agitar a França. Uma dezena de automóveis, nomeadamente da polícia, foram incendiados em Montfermeil e Clichy-sous-Bois, cidades da periferia norte de Paris, berço dos motins do Outono passado. Cinco polícias foram apedrejados quando tentavam travar o assalto à sua sede na rue Utrillo em Montfermeil, ficando ligeiramente feridos.

Na noite de segunda para terça, cerca de 100 encapuçados já tinham ferido sete polícias quando tentavam assaltar a casa do presidente da Câmara de Montfermeil, autor de um decreto anti-gangs. O ministro do Interior, Nicolas Sarkozi, não tem dúvidas: diz que esta foi uma operação organizada. “Mais de 100 bandidos iniciaram as agressões, encapuçados e armados. Face a uma tal determinação, não se pode negar a evidência”, disse o ministro. A um mês da apresentação ao parlamento do seu projecto lei contra a delinquência para tentar resolver o problema da criminalidade juvenil, Sarkozi é alvo das críticas da oposição por não conseguir resolver este problema das periferias. A violência em vários bairros urbanos problemáticos, no Outono passado, saldou-se em 10 mil veículos incendiados, 4.500 detenções e 400 condenações. Nessa altura, houve fogo posto em dezenas de edifícios públicos como escolas, infantários, ginásios, bibliotecas e centros de formação profissional para desempregados.