Última hora

Última hora

Peruanos decidem entre social-democrata e nacionalista

Em leitura:

Peruanos decidem entre social-democrata e nacionalista

Tamanho do texto Aa Aa

O Peru já começou a votar na segunda volta das eleições presidenciais. Mais de 16 milhões de peruanos são chamados às urnas para escolher o homem que vai suceder a Alejandro Toledo na chefia do Estado. Alan Garcia, antigo presidente do país nos anos oitenta, é o favorito à vitória final sobre o nacionalista Ollanta Humala.

Apesar de ter deixado o Peru numa situação catastrófica, Garcia é agora o favorito nas zonas mais desenvolvidas do país. Aliás, o antigo presidente social-democrata é apontado como um mal menor face às propostas de Ollanta Humala. O militar na reserva é o preferido nas regiões montanhosas, mais desfavorecidas. Humala, confesso admirador de Hugo Chavéz, promete nacionalizar a economia.

No Peru, o voto é obrigatório. Por isso, hoje vai imperar a lei seca no país e milhares de militares e polícias vão estar destacados para garantir a segurança do sufrágio. As urnas encerram às 16 horas locais, 22 horas em Lisboa. Os primeiros resultados serão conhecidos na madrugada de segunda-feira.