Última hora

Última hora

Morte de soldado não altera planos de retirada militar italiana

Em leitura:

Morte de soldado não altera planos de retirada militar italiana

Tamanho do texto Aa Aa

O atentado que vitimou um soldado italiano e feriu outros quatro não vai alterar os planos de retirada das tropas transalpinas do território iraquiano. A garantia foi dada pelo ministro da Defesa, Arturo Parisi.

O ataque foi desferido com um engenho explosivo à passagem de uma coluna militar britânica escoltada pelas forças italianas, esta noite, a cerca de 100 quilómetros da cidade de Nassíria. Foi a segunda baixa italiana, no espaço de um mês e também após a vitória eleitoral da coligação de Romano Prodi. Eleva-se para 34 o número de mortos desde que Roma decidiu enviar tropas para o Iraque em Junho de 2003. Prodi e o ministro da Defesa deverão comparecer esta terça-feira no Parlamento para fornecer detalhes sobre este último atentado. Para breve está também previsto um debate parlamentar sobre a retirada total das tropas transalpinas, uma medida defendida não só pelo actual primeiro-ministro, como também pelo anterior chefe de governo, Silvio Berlusconi.