Última hora

Última hora

Teerão julga propostas "positivas" mas "ambíguas"

Em leitura:

Teerão julga propostas "positivas" mas "ambíguas"

Tamanho do texto Aa Aa

O negociador iraniano para as questões nucleares afirmou hoje que a proposta da comunidade internacional em matéria energética era “positiva” embora contivesse algumas “ambiguidades”. Javier Solana, chefe da diplomacia europeia, esteve em Teerão para entregar o documento que visa convencer o Irão a interromper o seu programa de enriquecimento do urânio.

Após duas horas de conversações, o secretário iraniano da segurança nacional, Ali Larinjani, afirmou que o país analisaria a proposta e que as partes voltariam depois à mesa das negociações. Depois de várias reuniões, o Reino Unido, a França, os Estados Unidos, a Rússia e a China, que são membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, mais a Alemanha, chegaram a acordo sobre um pacote de incentivo a oferecer ao Irão. Os detalhes do texto permanecem secretos até que os destinatários o analisem mas fontes diplomáticas mencionaram esta semana que o documento prevê ajudas tecnológicas e comerciais mas também represálias caso o Irão continue a recusar interromper o enriquecimento de urânio. Teerão afirma que esta actividade visa a produção de energia mas a comunidade internacional teme que verdadeira intenção seja o fabrico de armas nucleares. Esta crise tem tido um forte impacto no preço do crude. Aliás, no Domingo, o líder espiritual do Irão, o ayatolah Ali Khamenei, ameaçou o Ocidente com um bloqueio no fornecimento de petróleo se fossem impostas sanções ao país.