Última hora

Última hora

PP corta relações com o Governo

Em leitura:

PP corta relações com o Governo

Tamanho do texto Aa Aa

A Direita espanhola anunciou hoje o “corte de todas as relações” com o Governo socialista na questão do processo de paz com a ETA. O líder do partido popular acusa o primeiro-ministro José Luis Rodrigues Zapatero de fazer cedências à organização separatista basca.

“Em consequência, o PP não pode ficar impassível perante um facto desta natureza e rompe todas as relações com o governo de Zapatero. Retiramos todo o apoio prestado. Vamos empenhar-nos em evitar que não se consuma o que consideramos ser um atentado contra à ordem jurídica, a legalidade democrática, o estado de direito e a segurança dos espanhóis”, declarou Rajoy.Zapatero respondeu às críticas: “Desde a transição democrática o partido socialista, no Governo ou na oposição, nunca disse e jamais dirá que rompe relações com o Governo ou com o principal partido da oposição em questões que afectam o Estado, a vida, a liberdade e a segurança dos espanhóis. Depois da ETA ter anunciado um cessar fogo em Março, O Partido Socialista espanhol dispô-se a negociar com o partido independentista basco Batasuna. O PP recusa o diálogo com este grupo, ilegalizado em 2003 pela justiça espanhola devido às suas ligações com a ETA.