Última hora

Última hora

60o aniversário de entronização do rei da Tailândia recheado de soberanos

Em leitura:

60o aniversário de entronização do rei da Tailândia recheado de soberanos

Tamanho do texto Aa Aa

O monarca que em todo o mundo está a há mais tempo em exercício foi homenageado pelas casas reais de três continentes, Ásia, África e Europa. Buhimol Adulyadej é rei da Tailândia e festeja agora os 60 anos em que está à frente do trono. As cerimónias vão durar cinco dias. Os reis da Tailândia ofereceram uma recepção no Salão do Trono, junto à Praça Real de Bangkok.

Quase todas as casas reais estavam representadas pelos soberanos ou pelos herdeiros ao trono. Mas, sem se saber porquê, a casa real de Inglaterra fez-se representar pelo príncipe André, irmão do sucessor ao trono. A Tailândia é uma antiga colónia britânica. Para além dos encontros protocolares, a cultura e a tradição tailandesas não faltaram nas festividades. Os convidados assitiram a um desfile de 52 embarcações engalanadas com motivos tradicionais tailandeses. Muitas têm mais de 200 anos de idade e 50 metros de comprimento, feitas a partir de um só tronco. Cantos líricos siameses marcaram o ritmo do desfile. Buhimol Adulyadej, de 78 anos, é o nono monarca da dinastia Chakri. Nasceu nos Estados Unidos, em Cambridge, no estado do Massachusetts, onde o pai estudava medicina. Foi proclamado rei quando o país ainda se chamava Sião, a 9 de Junho de em 1946, no mesmo dia em que o seu irmão, o príncipe herdeiro, foi encontrado morto no quarto do palácio, com um tiro na cabeça. O que se passou continua oficialmente uma incógnita. Em Maio, o soberno da Tailândia foi galardoado com o prémio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento por ter impulsionado centenas de projectos de desenvolvimento agro-pecuário para substituir o cultivo do ópio.