Última hora

Última hora

Mais oito militares norte-americanos acusados de assassínio no Iraque

Em leitura:

Mais oito militares norte-americanos acusados de assassínio no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Oito militares norte-americanos foram acusados da morte de um civil iraquiano há dois meses em Hamdania. Uma investigação criminal levada a cabo pelo exército dos Estados Unidos conduziu à acusação dos soldados por rapto, assassínio e conspiração.

O porta-voz da marinha norte-americana explica que todos os militares são formados dentro da lei do conflito armado e espera-se que a cumpram. O coronel Stewart Navarre garante que corpo da marinha leva as alegações de irregularidades muito a sério e está empenhado em descobrir a verdade. Segundo as conclusões do inquérito, os oito militares terão instado um civil a sair de casa para depois o executar. As acusações aos oito norte-americanos surgem quase ao mesmo tempo que outros quatro soldados dos Estados Unidos são incriminados de obstrução à justiça e assassínio premeditado de três prisioneiros iraquianos no início de Maio perto de Muthana, na província de Salahedine. Estes casos nada têm a ver com um outro incidente registado em Novembro em que outros elementos do corpo da marinha terão estado envolvidos na morte de 24 civis em Haditha.