Última hora

Última hora

O resgate do soldado Guilad é a prioridade de Israel

Em leitura:

O resgate do soldado Guilad é a prioridade de Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Os israelitas ameaçam usar a força para resgatar o soldado raptado por um grupo palestiniano. O gabinete de segurança acedeu, para já, a um pedido do primeiro-ministro, Ehud Olmert, que propunha, previamente a qualquer operação militar, a recuperação do israelita recorrendo à via diplmática. Contudo o ministro da Defesa israelita, Amir Peretz, ameaçou de morte todos os palestinianos que colocarem em perigo a vida do soldado e um contigente militar encontra-se já estacionado junto à fronteira com a Faixa de Gaza.

Israel “cuidará que o Governo do Hamas deixe de funcionar” se o soldado não for libertado, avisou também um alto responsável da segurança israelita. Guilad Shavit, 20 anos, foi ferido ontem de manhã durante uma operação palestiniana em território israelita próximo da Faixa de Gaza. Oito comandos do Hamas, dos Comités Populares da Resistência e do “Exército Islâmico” capturaram Shavit, mataram outros dois efectivos israelitas e feriram seis, antes de regressar ao seu território. Os comandos entraram na base israelita de Telem através de um túnel. O presidente da Autoridade Nacional Palestiniana, Mahmud Abbas, ameaçou hoje o seu primeiro-ministro, Ismail Haniye, com uma busca “casa a casa”, na Faixa de Gaza, se os activistas que detêm o militar não o libertarem.