Última hora

Última hora

Rússia confirma execução dos diplomatas raptados pela al-Qaeda no Iraque

Em leitura:

Rússia confirma execução dos diplomatas raptados pela al-Qaeda no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia, através do ministério dos Negócios Estrangeiros, confirma a morte dos quatro diplomatas raptados em Bagdade. Moscovo esperava a análise dos peritos às imagens e ao comunicado publicado na internet pelo Conselho Consultivo dos Mujahidine. O grupo próximo da al-Qaeda anunciava a morte dos quatro funcionários diplomáticos russos, raptados a 3 deJunho em Bagdade. Um quinto morreu aquando do rapto no bairro de Mansour.

Nas ruas da capital iraquiana condena-se a morte dos quatro homens. Um habitante diz tratar-se de um ataque à reputação do Islão e dos iraquianos. O assunto acabou por ser abordado na sessão de Verão da Assembleia parlamentar do Conselho da Europa, presidido actualmente pela Rússia. Em Estrasburgo, o presidente do plenário, René van der Linden, afirmou que o comunicado, ao ser verdadeiro, revela mais uma vez a lógica sangrenta do terrorismo, que condena em nome da assembleia. Desde a invasão do Iraque pelos Estados Unidos, em 2003, foram raptados mais de 200 estrangeiros. Pelo menos 55 foram executados pelos sequestradores.