Última hora

Última hora

Reviravolta histórica no Hamas

Em leitura:

Reviravolta histórica no Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

Os movimentos rivais palestinianos Hamas e Fatah concluíram um acordo sobre um plano que reconhece implicitamente Israel. Um recuo histórico dos radicais islâmicos no poder. Este desfecho põe fim a semanas de árduas negociações, mas o texto foi rubricado apenas pelo conjunto dos grupos palestinianos, sem a participação da Jihad islâmica.

O plano tem por objectivo pôr fim às sanções económicas contra o governo palestiniano do Hamas e preparar a reabertura de conversações de paz. O presidente palestiniano Mahmud Abbas exerceu pressões contínuas sobre o Hamas para que apoiasse o documento, que prevê a existência de um Estado palestiniano ao lado de Israel. A proposta original partiu de militantes palestinianos detidos em cadeias de Israel e teve desde o início o apoio de Abbas, mas surge no momento preciso em que o rapto de um militar israelita por milícias palestinianas ameaça desencadear uma nova erupção de violência na região. Israel considera este manifesto um assunto interno dos palestinianos.