Última hora

Última hora

Primeiro-ministro turco alerta para o aumento da islamofobia no Ocidente

Em leitura:

Primeiro-ministro turco alerta para o aumento da islamofobia no Ocidente

Tamanho do texto Aa Aa

Recep Tayyip Erdogan diz que a islamofobia está a aumentar no Ocidente. O primeiro-ministro turco alerta: a falta de respeito mútuo entre as religiões pode provocar um choque de culturas capaz de pôr em risco a paz mundial.

O primeiro-ministro turco, que preside, com o seu homólogo espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero, a um grupo de trabalho da ONU chamado “Aliança das civilizações”, participou num debate do Conselho da Europa, sobre “liberdade de expressão e liberdade religiosa”.

Erdogan referiu-se à polémica sobre as caricaturas de Maomé, publicadas, no início do ano, por um jornal dinamarquês. Diz tratar-se de um exemplo da “fractura cultural e religiosa” que, afirma, “tem vindo a aumentar desde os atentados do 11 de Setembro.” A Turquia é um Estado laico, apesar de a maioria da população ser muçulmana e Erdogan defendeu que é preciso “respeitar a sensibilidade dos outros”. E rematou: “sim à crítica; não aos insultos”.

Erdogan, que é membro do AKP, um partido islamita moderado, diz que a islamofobia deve ser encarada como um crime contra a humanidade, tal como o é o anti-semitismo e convida os europeus a agirem, para que “encontrem instrumentos capazes de integrar os imigrantes – muçulmanos ou não”.