Última hora

Última hora

Israel afirma que não negoceia libertação do soldado raptado

Em leitura:

Israel afirma que não negoceia libertação do soldado raptado

Tamanho do texto Aa Aa

O Hamas diz que quer empenhar-se na libertação do soldado israelita, Gilad Shalit. O primeiro-ministro palestiniano, Ismail Haniyeh, lider do grupo radical, declarou que se compromete a ajudar na libertação de Shalit, mas Israel deverá pôr imediatamente fim à ofensiva desencadeada contra os palestinianos da Faixa de Gaza. Do gabiente israelita a resposta não se fez esperar, um porta-voz do governo informou que está completamente afastada qualquer possiblidade de negociação para a libertar o militar.
Esta madrugada bombas israelitas voltaram a cair sobre Gaza. Um dos alvos, foi o ministério do Interior. A ofensiva visa sobretudo o sul, onde o soldado foi sequestrado.Trata-se da primeira acção militar de grande envergadura desde a desocupação do territorio em Setembro do ano passado.Militantes dos Mártires de Al-Aqsa anunciaram já esta tarde o rapto de um outro militar israelita na Faixa de Gaza. Este sequestro não foi ainda confirmado.
Militantes da esquerda israelita manifestaram-se junto à fronteira com a Faixa de Gaza para protestarem contra os ataques, a que chamam de crimes de guerra.