Última hora

Última hora

Obrador reclama recontagem nas presidenciais quando Calderón lidera resultados preliminares

Em leitura:

Obrador reclama recontagem nas presidenciais quando Calderón lidera resultados preliminares

Tamanho do texto Aa Aa

Prolonga-se a expectativa no México face às presidenciais de domingo. Os resultados preliminares indicam que ganhou o candidato da direita, Felipe Canderón, mas o rival de esquerda, Andrés Lopez Obrador, contesta e pediu uma recontagem, adiando por alguns dias o anúncio oficial do vencedor.

Os responsáveis da Comissão Eleitoral consideram que os números não irão mudar com a nova contagem.

Segundos resultados preliminares, Felipe Calderón, 52 anos, do Partido de Acção Nacional, ganhou por escasso um por cento. O candidato fala de um triunfo do México, diz assumir a responsabilidade da chefia do Estado, considera que os números vão ser confirmados e apela já à reconciliação e unidade do país.

O rival de esquerda não aceita. Andrés Lopez Obrador declara haver muitas contradicções e sendo ainda resultados preliminares não os pode aceitar como sendo definitivos. O candidato do Partido da Revolução democrática pediu uma nova contagem dos votos, “urna por urna, boletim por boletim”, ameaçando levar o caso perante a justiça.

Estas foram as presidenciais mais renhidas de sempre no México e transformaram-se num teste à jovem democracia. A confirmar-se a vitória de Calderón será seguida a linha de Vicente Fox, o presidente cessante, em relação à economia e à aliança com os Estados Unidos.