Última hora

Última hora

Comunidade internacional unânime na condenação à Coreia do Norte pelo teste de mísseis

Em leitura:

Comunidade internacional unânime na condenação à Coreia do Norte pelo teste de mísseis

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional reagiu de forma imediata à provocação da Coreia do Norte.

O regime norte-coreano lançou, esta quarta-feira, pelo menos sete mísseis, alguns capazes de atingir o Havai ou o Alasca, nos Estados Unidos. Os projécteis caíram no Mar do Japão. A Coreia do Sul e a Rússia falam de dez mísseis.

Pyongyang violou a sua própria moratória com sete anos, mas defende que ninguém tem o direito de lhe dizer o que é ou não correcto.

A comunidade internacional foi unânime a condenar os testes e o Conselho de Segurança da ONU reuniu-se de urgência a pedido do Japão. Não está previsto um voto esta quarta-feira, mas começará a ser discutido um projecto de resolução que, segundo alguns media, pede o bloqueio da entrega de fundos, bens e tecnologias que Pyongyang possa usar no seu programa de mísseis. A Rússia opõe-se a aplicação de sanções.

O embaixador americano na ONU, John Bolton, diz que, face às declarações dos membros do Conselho de Segurança, será possível enviar uma mensagem forte e vão avançar para que tal aconteça nos próximos dias.

O Japão reagiu imediatamente com sanções, incluindo a proibição de entrada no seu território de barcos e aviões norte-coreanos. Estuda também a possibilidade de impedir o envio de dinheiro para Pyongyang por parte da comunidade norte-coreana a viver no Japão.