Última hora

Última hora

Julgamento de seis franceses detidos em Guantanamo pode ser anulado

Em leitura:

Julgamento de seis franceses detidos em Guantanamo pode ser anulado

Tamanho do texto Aa Aa

O processo dos seis cidadaos franceses detidos em Guantanamo pode ser anulado e o recurso vai seguir para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

Os advogados de defesa por consideram ilegal os interrogatórios feitos por polícias franceses na base norte-americana em Cuba.

A defesa tinha pedido por várias vezes o acesso às transcrições dos interrogatórios, algo que o tribunal sempre considerou inútil por considerar que não havia provas de que esses interrogatórios tivessem sido feitos.

Um dos advogados de defesa diz que “o processo está viciado desde o início, o quer quer dizer que é tudo uma mentira e portanto de há nisto uma enorme gravidade”.

O problema é que agora está confirmado, não só pela imprensa como pelo executivo.

Depois do jornal Liberation ter garantido que os detidos foram questionados pelas autoridades francesas em Cuba, o governo, que nunca tinha falado no assunto, veio tornar público que os seis franceses receberam várias visitas consulares.

O Liberation divulgou ainda um fax confindencial emitdo do gabinete do executivo a dar conta dos interrogatórios aos seis detidos.

O executivo não comentou o caracter secreto do documento mas assegura que se tratam de “procedimentos normais” neste tipo de casos.