Última hora

Última hora

Autoridades norte-coreanas garantem que vão fazer mais testes com mísseis

Em leitura:

Autoridades norte-coreanas garantem que vão fazer mais testes com mísseis

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte vai continuar a fazer testes de lançamento de mísseis. Isso mesmo foi confirmado pelas autoridades de Pyongyang, numa altura em que se procura um consenso no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Na reunião de ontem, pedida pelo Japão com carácter de urgência, Rússia e a China voltaram a opôr-se a sanções firmes. A Coreia do Norte lançou pelo menos sete mísseis, um deles seria de longo alcance e com capacidade para atingir os Estados Unidos.

O presidente norte-americano está convencido de que “o lançamento dos mísseis só veio isolar ainda mais o regime norte-coreano” e considera ser “a altura para a comunidade internacional juntar esforços e relembrar à Coreia do Norte que tem de honrar os compromissos internacionais assumidos”. O Japão já decretou, de forma isolada, sanções ao regime de Kim Jong-Il e apresentou uma proposta no Conselho de Segurança da ONU para que os países não forneçam dinheiro, equipamento ou tecnologia que possam ser usados para o programa nuclear norte-coreano.

Ao que tudo indica, a Coreia do Norte terá perto de 800 mísseis balísticos, incluindo alguns de longo alcance. O programa nuclear norte-coreano terá começado entre 1969 e 1976.