Última hora

Última hora

Batasuna e Socialistas bascos consideram primeiro encontro oficial como histórico

Em leitura:

Batasuna e Socialistas bascos consideram primeiro encontro oficial como histórico

Tamanho do texto Aa Aa

Balanço positivo na primeira reunião oficial entre os socialistas bascos e os representantes do partido ilegalizado Batasuna, considerado como braço político da ETA. O encontro inédito que decorreu num hotel de San Sebastian, no País Basco, foi satisfatório para ambas as partes. Arnaldo Otegi, porta-voz do ilegalizado Batasuna, considerou a reunião como histórica e com uma importância extrema.

Os socialistas consideram que este foi o primeiro passo para que a esquerda radical basca deixe de ser um problema para passar a ser parte da solução. Mas nem todos pensam o mesmo. Quem está contra as conversações nâo baixa os braços. São eles simpatizantes do Partido Popular na oposição, que vai interpor uma acção legal contra a reunião desta manhã, e ainda familiares de vítimas de atentados da organização terrorista basca.

Pilar Ruiz, a mãe de um chefe de polícia assassinado pela ETA chama aos socialistas “traidores” e diz que “o meu filho não morreu para ser traído desta maneira”. Apesar do cessar-fogo permanente decretado pela ETA, muitos espanhóis continuam contra as negociações. A reunião desta manhã contou com os protestos de associações de famílias de vítimas de terrorismo que querem justiça, querem ver os culpados detidos, recusam qualquer diálogo com os separatistas bascos.