Última hora

Última hora

Instituto eleitoral reconta votos

Em leitura:

Instituto eleitoral reconta votos

Tamanho do texto Aa Aa

Afinal ainda não há certezas sobre quem venceu as eleições presidenciais no México. Já depois de anunciada a vitória do candidato da direita, Felipe Calderón, o Instituto Eleitoral do país começou, esta quarta-feira, a recontar os votos. O processo foi motivado pelas denúncias do candidato da Esquerda, López Obrador.

«Não há dúvidas de que houve manipulação dos resultados preliminares. Podemos demonstrá-lo. Temos provas», afirmou o líder do Partido da Revolução Democrática.

Segundo o Instituto Federal Eleitoral, 2,6 milhões de votos não foram incluidos nas contas preliminares devido a «inconsistências».

Na contagem inicial, Felipe Calderón, sucessor do ex-presidente Vicente Fox, surgia à frente com uma vantagem de apenas 1%. O candidato do Partido da Acção Nacional (PAN)desvalorizou a situação. Mas esta polémica poderá durar meses a ser resolvida. Caso algum dos candidatos não fique contente com a contagem final poderá ainda recorrer ao tribunal judicial.

Entretanto, milhares de mexicanos manifestaram-se esta quarta-feira a pedido do líder da esquerda. Os observadores europeus afirmam não ter detectado sinais de fraude eleitoral.