Última hora

Última hora

Sobreviventes recordam dia difícil

Em leitura:

Sobreviventes recordam dia difícil

Tamanho do texto Aa Aa

O dia 7 de Julho vai ficar gravado nas memórias de muitas pessoas. Um ano depois dos atentados que ceifaram 52 vidas na capital britânica, os sobreviventes recordaram o drama com emoção. Anna Elliot é uma das sobreviventes de King’s Cross: “Esta manhã consegui vir de metro até aqui, algo que queria mesmo fazer. Foi muito importante enfrentar esta situação e dizer que não me vou deixar abater. Eu posso fazê-lo, eu posso vir até aqui. Posso estar em King’s Cross e exprimir as minha emoções tal como as sinto hoje.”

Maria Costa tinha por hábito apanhar o autocarro n° 30 que explodiu em Tavistock Square. Um hábito que não perdeu apesar do sucedido: “Foi um pouco assustador mas agora estou bem. Só que hoje foi pior porque faz um ano que as bombas explodiram e por isso é um pouco assustador.” Os londrinos sabem que a vida continua. E essa é a melhor forma de enfrentar os traumas causados pelos atentados de 7 de Julho de 2005.