Última hora

Última hora

Avião despenha-se na Sibéria

Em leitura:

Avião despenha-se na Sibéria

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia chora quase 140 mortos na sequência de uma catástrofe aérea. Um Airbus A-310 da companhia Sibir Airlines embateu num muro de betão depois de aterrar e acabou a corrida descontrolada contra alguns edifícios. Seguiram-se duas explosões e um incêndio. Os bombeiros demoraram perto de três horas para extinguir o fogo.

De acordo com fonte próxima do inquérito citada pela agência Ria Novosti, uma avaria hidráulica no sistema de travagem está na origem da tragédia. De referir que a pista estava molhada devido à chuva. As caixas negras do A-310 foram recuperadas e vão ser enviadas para a capital russa.

O aparelho fazia a ligação Moscovo-Irkutsk. A tragédia ocorreu por volta das oito da manhã, hora local. A bordo seguiam duas centenas de pessoas. O número exacto não é conhecido já que aparentemente a bordo encontravam-se três pessoas que não constavam da lista de passageiros. A maioria dos ocupantes eram turistas, entre os quais um grupo de 14 crianças, que se prepraravam para um período de férias no lago Baikal. Doze estrangeiros estavam entre os viajantes.

De acordo com os últimos dados das autoridades há 63 sobreviventes, dos quais 54 tiveram de ser hospitalizados. 122 cadáveres foram entretanto resgatados. O número estimado de mortos é de 137.