Última hora

Última hora

Polónia vai ter dois irmãos gémeos na chefia do Estado e do governo

Em leitura:

Polónia vai ter dois irmãos gémeos na chefia do Estado e do governo

Tamanho do texto Aa Aa

A Polónia vai ter dois irmãos gémeos nas mais altas instâncias do Estado. Jaroslaw Kaczynski, irmão de Lech Kaczynski, presidente da República, vai assumir o cargo de primeiro-ministro.

O chefe de Estado designou o seu irmão, líder do partido no poder na Polónia, Lei e Justiça (PiS),
para a chefia do governo depois de ter aceitado a demissão oficial do primeiro-ministro polaco Kazimierz Marcinkiewicz.

Até à tomada de posse de Jaroslaw Kaczynski, de 57 anos, agendada para o dia 21 de Julho, o governo será assegurado pelo primeiro-ministro cessante.

O futuro chefe de executivo já anunciou que a sua equipa governativa será idêntica à do governo demissionário, com excepção para
a ministra das Finanças. A pasta das Finanças vai ser entregue ao até aqui vice-ministro das Finanças, Stanislaw Kluza, de 34 anos.

Depois de terem participado como actores no filme cuja tradução para português dá algo como “Os dois que roubaram a lua”, os gémeos aparecem
raramente separados em público há mais de 50. A eleição para a presidência da república de Lech separou-os, mas esta separação não durou mais do que oito meses e meio.

De acordo com uma sondagem realizada pelo Centro de Estudos da Opinião Pública polaco, 55 por cento da população considera que Jaroslaw Kaczynski será pior que o demissionário
Kazimierz Marcinkiewicz.