Última hora

Última hora

Tensão política faz pairar ameaça de eleições antecipadas

Em leitura:

Tensão política faz pairar ameaça de eleições antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

A aliança do Partido das Regiões com os socialistas e os comunistas não contribuiu para acalmar a tensão política na Ucrânia. Depois do fracasso nas negociações para uma nova Coligação Laranja, o Bloco Iulia Timoschenko e o Partido Nossa Ucrânia do Presidente Yushchenko reclamam eleições antecipadas. A antiga primeira-ministra considera que a coligação pró-russa hoje indigitada desvirtua o resultado eleitoral.

“Aquilo que se está a passar não tem nada a ver com a escolha do povo, nem com o respeito pela lei e pela Constituição. Por isso, o nosso partido não vai participar em sessões parlamentares ilegítimas. Vamos preparar-nos para eleições antecipadas.”

Porém, o líder do Partido das Regiões Viktor Yanukovich defende a legitimidade da Assembleia.

“Somos favoráveis à continuação do trabalho parlamentar. Formámos uma maioria no Parlamento, uma coligação.” Nas imediações da assembleia de Kiev, milhares de manifestantes apoiaram a escolha de Viktor Yanukovich para a liderança do governo. Mas a última palavra compete agora ao presidente Yushchenko que quer ver a coligação pró-russa respeitar as conquistas da Revolução Laranja.