Última hora

Última hora

Incidente entre Del Ponte e defesa no início do julgamento sobre o massacre de Srebrenica

Em leitura:

Incidente entre Del Ponte e defesa no início do julgamento sobre o massacre de Srebrenica

Tamanho do texto Aa Aa

Realizou-se hoje em Haia a sessão inaugural do julgamento dos sete militares sérvios acusados do massacre de Srebrenica em 1995. Uma primeira audiência marcada por um incidente entre a procuradora do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia e a defesa, que acusou Carla Del Ponte de fazer um discurso “emocional” e inaceitável já que a procuradoria só tinha programadas as alegações iniciais para 21 de Agosto.

O tribunal deu razão à defesa, o que causou “estupefacção” a Del Ponte, que afirmou que na data prevista “será livre e capaz de falar como procuradora perante o tribunal, sem qualquer emoção, mas apenas factos”. Na origem da polémica esteve a alusão de Del Ponte à cerimónia em que participou esta semana e que marcou o décimo primeiro aniversário do massacre de Srebrenica. Qualificado de genocídio pelo TPI, saldou-se na morte de 8 mil muçulmanos pelas mãos do exército sérvio da Bósnia.