Última hora

Última hora

Médio oriente enssombra encontro do G8

Em leitura:

Médio oriente enssombra encontro do G8

Tamanho do texto Aa Aa

Tudo a postos em São Petersburgo para mais um encontro do G8, com a chegada dos líderes dos países mais industrializados à cidade russa na véspera da cimeira. A reunião deste ano fica marcada pela passagem a segundo plano dos temas previstos.

A política energética, o dossiês nuclerares iraniano e norte-coreano, e a adesão da Rússia à OMC foram suplantados pela recente escalada de violência no Médio Oriente. Um assunto que está a dividir a comunidade internacional. Por uma lado, os Estados Unidos e o Canadá apoiam a decisão israelita de bombardear o Sul do líbano, por outro a maioria dos países europeus acusa israel de ter reagido exageradamente às provocações do Hezebollah. O anfitrião da cimeira G8 deste sábado também se pronunciou sobre os últimos acontecimentos.

“O uso da força militar causa sempre baixas civis e é sempre uma tragédia. se houvesse possibilidade de solucionar este ou aquele problema sem recorrer à força, essa seria a solução ideal”. As palavras de Vladimir Putin espelham também o modo como Moscovo está a preparar o encontro de poderosos. Um dia antes do início da cimeira fontes activistas denunciaram a detenção de cerca de 200 pessoas. As autoridades russas estão apostadas em evitar a repetição de incidentes anteriores, comos os ocorridos em 2005 nas Escócia.