Última hora

Última hora

Novos ataques do Hezbollah contra o Norte de Israel

Em leitura:

Novos ataques do Hezbollah contra o Norte de Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Chuva de “rockets” do Hezbollah sobre o Norte de Israel. A nova onda de ataques abrange mais localidades a ponto do exército israelita decretar zona de emergência um estreito de 20 quilómetros ao longo de toda a fronteira com o Líbano. A zona acolhe cerca de 250 mil pessoas.

A preocupação cresce em cidades como Kyriat Shmona, nos Montes Golã, e na Galileia em localidades como Nahariya, Carmiel e Safed, que é esta sexta-feira a mais atingida, tendo em conta que aí se encontra o centro de comando da operação contra o Líbano.

Mais a Sul, a cidade de Haifa, a 40 quilómetros da fronteira, encontra-se em estado de alerta, depois do inédito ataque com “rockets” Katiusha de ontem. Esta sexta-feira, os ataques do Hezbollah fizeram uma dezena de feridos na cidade de Safed. Em dois dias de ataques e contra-ofensivas contam-se pelo menos dois mortos e mais de cem feridos civis do lado israelita.

Segundo uma revista britânica especializada em questões de Defesa, o Hezbollah têm armas sofisticadas e, sobretudo, mísseis capazes de atingir Telavive, ou seja, tem capacidade para atingir Israel bem no interior do seu território.