Última hora

Última hora

Médio Oriente domina conferência do G8

Em leitura:

Médio Oriente domina conferência do G8

Tamanho do texto Aa Aa

A escalada de violência no Médio Oriente dominou a conferência de imprensa de apresentação da cimeira do G8, este Sábado, em São Petersburgo. O presidente norte-americano afirmou que para acabar o conflicto o Hezbollah terá de suspender os ataques a Israel.

“A melhor maneira de parar a violência é que o Hezbollah deponha as armas e interrompa os ataques. Por isso eu apelo à Síria para que exerça a sua influência sobre o Hezbollah”. Vladimir Putin, presidente russo e anfitrião do evento também condenou o grupo xiita libanês: “ é absolutamente inadmissível que para obter resultados e objectivos políticos se utilize a força e o rapto de pessoas. Nessa perspectiva compreendemos a posição de Israel. Por outro lado, a resposta militar deverá ser equilibrada”.

Os ataques do Hezbollah apartir de território libanês e a retaliação israelita através de uma operação militar em várias frentes, emergiram como assuntos prioritários do encontro entre os líderes dos 8 países mais poderosos do planeta. A reacção israelita está a dividir parte do ocidente. A União europeia já classificou os ataques de Israel como uma medida exagerada.