Última hora

Última hora

Israel enterra mortos ao mesmo tempo que continua a ser alvo de ataques do Hezbollah

Em leitura:

Israel enterra mortos ao mesmo tempo que continua a ser alvo de ataques do Hezbollah

Tamanho do texto Aa Aa

Este domingo foi a enterrar o corpo do soldado israelita morto num ataque do Hezbollah, no norte de Israel. A escalada da violência junto à fronteira com o Líbano teve início na quarta-feira quando o movimento radical islâmico raptou dois soldados israelitas e matou oito em vários confrontos. Os ataques do Hezbollah continuaram este domingo. A vila de Afula, 50 quilómetros ao sul da fronteira, foi atingida por roquetes este domingo. Nunca os roquetes lançados do território libanês tinham chegado tão longe.

Um outro projéctil atingiu uma localidade junto à cidade de Nazaré, onde vive a maior comunidade árabe israelita. Este ataque não fez quaisquer vítimas. No sábado os roquetes disparados pelo Hezbollah atingiram a cidade de Tiberíades, no norte de Israel, situada às margens do Mar da Galileia. Tiberíades é uma das quatros cidades sagradas do judaísmo e fica a 35 quilómetros da fronteira com o Líbano.

Estes ataques do Hezbollah levaram à desertificação de cidades importantes, como Kiryat Shmona. Nos últimos cinco dias, os ataques israelitas destruiram vários edifícios civis e mataram mais de 110 pessoas no Líbano, quatro das quais eram civis.