Última hora

Última hora

Israel intensifica bombardeamentos no Líbano

Em leitura:

Israel intensifica bombardeamentos no Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

As bombas israelitas voltaram, esta noite, a cair em praticamente todo o Líbano. Treze mortos e 53 feridos é o balanço das últimas horas, a resposta aos ataques do Hezbollah contra o território israelita e a confirmação de que a escalada da violência se intensifica. Oito das vítimas mortais são soldados libaneses, atingidos durante um ataque aéreo a um porto pesqueiro em Abdeh, no norte do Líbano, perto de uma auto-estrada de ligação com a Síria. A aviação israelita bombardeou também, e de novo, o aeroporto internacional de Beirute, alvejando depósitos de combustível que ficaram a arder. O aeroporto está encerrado desde terça-feira, altura em que uma operação identica incendiara já parte dos depósitos de combustível.

Mísseis disparados contra um retransmissor da cadeia de televisão al-Manar, do Hezbollah, na região de Kharroub, a sul de Beirute, falharam o alvo e atingiram uma casa, matando quatro civis e ferindo dez. A aviação israelita atacou ainda alvos em Baalbeck, cidade do leste do país onde residem numerosos dirigentes do Hezbollah. Outro ataque aéreo contra a auto-estrada Beirute-Damasco, em Taanayel, na região central do vale de Bekaa, deixou dois mortos e 23 feridos. Os serviços médicos começam a ter dificuldade na evacuação de tantos feridos e a diplomacia internacional, apesar de activa, mostra-se impotente para acalmar a crise.