Última hora

Em leitura:

Líderes do G8 e ONU apelam à paz no Médio Oriente


mundo

Líderes do G8 e ONU apelam à paz no Médio Oriente

A cimeira dos líderes dos oito países mais poderosos do Mundo, em São Petersburgo, terminou com um apelo do secretário-geral das Nações Unidas, Koffi Annan, à paz no Médio Oriente. Os líderes do G8 defendem a criação de uma força internacional e pedem que Israel pare as hostilidades, de forma a dar tempo a esta força de se instalar.

“Fiz um apelo a todas as partes envolvidas para que sejam poupadas vidas civis e infraestruturas civis porque há coisas das quais a população civil precisa para viver, para as actividades diárias. Por isso não se lhes pode infligir ainda mais sofrimento”, disse Annan.

Nesta cimeira, os chefes de Estado e governo dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Japão, França, Alemanha, Canadá, Itália e Rússia adoptaram uma declaração comum para a paz no Médio Oriente. Essa declaração inclui a imposição de quatro condições ao governo de Israel, ao Hamas e ao Hezbollah.

Outra das questões em cima da mesa foi a energia. Os oito países membros do g8 acabaram por não chegar a acordo sobre a energia nuclear, já que existem pontos de vista bastante diferentes. A Alemanha e a Itália são os únicos dois países do grupo a ter uma posição claramente anti-nuclear.

Saiba mais:
Artigo seguinte

mundo

Israel prepara-se para ataques com mísseis de médio alcance