Última hora

Última hora

Conflito no Líbano impulsiona cotação do petróleo

Em leitura:

Conflito no Líbano impulsiona cotação do petróleo

Tamanho do texto Aa Aa

O preço do petróleo voltou a subir, esta sexta-feira, com as notícias de que Israel está a recorrer a militares na reserva para as operações militares no Líbano. Depois de alguns dias de alívio, a cotação do Brent voltou a ultrapassar os 74 dólares por barril. Embora nem Israel nem o Líbano sejam países produtores de petróleo, o conflito na região está a inflamar os preços.

Os preços subiram em flecha com o início dos ataques e atingiram um máximo histórico no dia 13 deste mês, quando a aviação israelita bombardeou o aeroporto de Beirute. Depois, o preço abrandou, mas está outra vez a descolar, com o intensificar dos combates. Estes combates são o mais recente capítulo de uma série de acontecimentos que fizeram o preço do barril quadruplicar em apenas quatro anos.

As subidas dos últimos dias estão a ser impulsionadas, também, por uma queda nas reservas norte-americanas de crude. Um representante da OPEP já tentou apaziguar os mercados, ao dizer que não há qualquer penúria no fornecimento de petróleo.