Última hora

Última hora

Comunidade internacional prossegue esforços diplomáticos apesar das divisões sobre cessar-fogo

Em leitura:

Comunidade internacional prossegue esforços diplomáticos apesar das divisões sobre cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade internacional está dividida sobre um cessar-fogo mas prossegue os esforços para resolver o conflito israelo-libanês. O governo de Beirute, que ontem se reuniu de emergência para avaliar a situação, considera ser possível uma trégua. O primeiro-ministro Fuad Siniora tem consciência das dificuldades, mas afirma que estão a trabalhar no sentido de conseguir uma trégua.

As negociações com o Hezbollah estão a ser conduzidas pelo presidente do Parlamento. As divisões internacionais ameaçam a reunião de quarta-feira em Roma. Massimo d’Alema, chefe da diplomacia italiana, explica que o cessar-fogo será um dos temas centrais dos debates.

Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha não pedem um cessar-fogo imediato e preferem falar de uma solução a longo prazo para estabilizar a região. No Egipto, o ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steinmeier, disse que tentam criar as circunstâncias políticas que levem ao fim dos ataques e à estabilização permanente da zona.

Washington continua a dizer que Israel tem o direito de se defender. Antes de partir para o Médio Oriente, a chefe da diplomacia, Condoleezza Rice, afirmou que um cessar-fogo é uma “falsa promessa” que permitirá ao Hezbollah continuar a atacar. O presidente Bush responsabiliza o movimento xiita, a Síria e o Irão pela crise.