Última hora

Última hora

Investigação em células estaminais continua com financiamento da UE

Em leitura:

Investigação em células estaminais continua com financiamento da UE

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Concorrência da União Europeia concordaram em continuar a financiar as investigações em células estaminais desde que embriões humanos não sejam destruídos. Foi desta forma que o programa de Investigação, com um orçamento de 50 mil milhões de euros para o período de 2007-2013 foi salvo, pois oito países ameaçavam rejeitá-lo com base em questões éticas.

No entanto “as investigações em células estaminais não têm um orçamento específico” como anunciou Janus potocnik, comissário europeu para a Investigação. Potocnik referiu que “60 por cento das verbas destinam-se à área da saúde em geral”. Países como a Alemanha, a Itália, a Áustria e a Polónia estavam contra a aprovação do orçamento, enquanto outro como a Espanha a Suécia e o Reino Unido eram a favor.

Nos Estados Unidos o presidente George W. Bush vetou uma lei de financiamento federal justamente devido à questão da destruição de embriões. A investigação em células estaminais pode levar à descoberta de curas para doenças como diabetes, Alzheimer ou cancro.