Última hora

Última hora

Israel pretende força internacional no Líbano

Em leitura:

Israel pretende força internacional no Líbano

Tamanho do texto Aa Aa

A prioridade de Israel é criar uma zona de segurança entre o Estado Hebraico e o Líbano. A artilharia israelita não cessa a actividade junto à fronteira de forma a apoiar soldados que há vários dias travam ferozes combates com os guerrilheiros do Hezbollah.

Assegurada a presença hebraica no sul do Líbano, com a conquista de Maroun al-Raz, as forças terrestres passaram a concentrar as miras em Bint Jbail. O ministro da Defesa israelita Amir Peretz visitou algumas tropas no norte do país e anunciou publicamente que vai manter uma zona de segurança até à chegada de uma força internacional de manutenção de paz. Uma ideia que Telavive sempre manifestou algumas reservas.

“O objectivo é criar uma força dissuasiva a favor do Estado de Israel de forma a que, quando for assinado um cessar-fogo, ninguém ousará infligir danos na fronteira israelita.” De acordo com o Tshal, a povoação de Bint Jbail encontra-se cercada mas os combates para assumir o seu controlo ainda vão durar alguns dias.