Última hora

Última hora

13 baixas israelitas em batalha para conquistar "bastião do Hezbollah"

Em leitura:

13 baixas israelitas em batalha para conquistar "bastião do Hezbollah"

Tamanho do texto Aa Aa

É o dia mais negro para o exército israelita desde que a ofensiva começou. A televisão Al Arabia noticiou que o Tsahal perdeu 13 soldados em confrontos com o Hezbollah na fronteira.

As milícias do movimento xiita deram luta às tropas numa nova batalha para avançar na conquista da cidade Bint Jbell, depois de Maron al-Ras, já estar sob controlo israelita.

A luta pela conquista de Bint Jbell, descrita por Israel como o “ninho do Hezbollah”, é também a mais longa desde que o conflito começou, há duas semanas.

Do lado do movimento extremista libanês, o Tsahal anunciou 30 baixas desde segunda-feira, data do início das batalhas para conquistar a cidade bastião do Hezbollah. Corpos de guerrilheiros, mortos no combate desta madrugada foram levados para Israel, alegadamente para servirem futuras negociações com a milícia libanesa.

Entretanto os ataques aéreos prosseguem por todo o país. O bairro xiita no sul de Beirute foi novamente bombardeado hoje, contribuindo para o cenário de destruição.

Nas últimas duas semanas a força aérea israelita tem bombardeado infra-estruturas civis e população, incluindo “fortalezas” do Hezbollah. Por outro lado, as guerrilhas continuam a bombardear o norte de Israel.