Última hora

Última hora

Confiança empresarial desce na Alemanha

Em leitura:

Confiança empresarial desce na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

O índice alemão Ifo recuou neste mês de Julho quando comparado com o resultado obtido em Junho, quando atingiu um máximo de 15 anos. Apesar do deslize no moral das empresas alemãs, o índice de confiança empresarial elaborado pelo instituto alemão do mesmo nome mantém a trajectória ascendente, já que se insere numa conjuntura positiva para a maior economia europeia.

O aumento do petróleo e as perspectivas de aumento do IVA em 2007, estão de acordo com os resultados obtidos os grandes responsáveis pela queda do Ifo. O índice calculado com base em estudos de opinião realizados junto dos sectores da indústria, da construção e do comércio mostra que o clima de negócios desceu para 105,6 pontos, contra 106,8 em Junho.

O clima na indústria transformadora «arrefeceu», apesar das expectativas «muito positivas» quanto às exportações. O comércio grossista que é regra geral o sector mais instável dos três visados pelo Ifo deu sinais de melhoria, enquanto a construção manteve uma opinião praticamente inalterada.

Estes sinais de confiança não só na Alemanha, mas também em outros país europeus deverão levar a uma nova subida das taxas de juro levada a cabo pelo Banco Central Europeu.