Última hora

Última hora

Guerra à contrafacção "made in China"

Em leitura:

Guerra à contrafacção "made in China"

Tamanho do texto Aa Aa

A China declarou guerra à contrafacção. O país tem um dos crescimentos económicos mais pujantes do Mundo inteiro, mas quantidade não significa qualidade e o governo de Pequim deu-se conta de que um quinto da indústria chinesa representa produtos que são ou contrafeitos ou de fraca qualidade.

A inspecção económica começou a passar a pente fino produtos que estão a ser exportados ou vendidos no comércio. O director-adjunto do organismo de inspecção explica: “Estamos a controlar de forma rígida os nossos portos principais, à procura de bens contrafeitos ou que não correspondam aos critérios de qualidade”.

A contrafacção afecta todos os sectores da indústria, incluindo o dos medicamentos. Nalgumas regiões da Ásia, esta prática transformou-se em catástrofe, com várias mortes causadas por medicamentos contra a Malária falsificados na China.

A guerra contra o falso está agora a começar. Apesar dos esforços, só muito dificilmente desaparecerão os famosos “produtos de marca”, vendidos um pouco por todo o lado, que são na verdade contrafacções “made in China”.