Última hora

Última hora

Eleições históricas na RDC

Em leitura:

Eleições históricas na RDC

Tamanho do texto Aa Aa

Imagem inédita em mais de quarenta anos na República Democrática do Congo (RDC). Vinte e cinco milhões e meio de eleitores são chamados a participar nas primeiras eleições democráticas desde a 1960. As assembleias de voto, abertas desde as seis da manhã, são vigiadas por quase 50 mil observadores nacionais e internacionais. E o entusiasmo do eleitorado mostra a que ponto o momento é histórico. Este escrutínio presidencial e legislativo põe fim ao processo de transição iniciado em 2003, após cinco anos de guerra que envolveu sete países africanos.

Os eleitores do ex-Zaire escolhem os 500 deputados e o novo presidente. Joseph Kabila, o chefe de Estado cessante, é o favorito entre os 33 candidatos. O principal rival é Jean-Pierre Bemba, o antigo inimigo de armas. Os resultados presidenciais são esperados dentro de três semanas, mas receiam-se incidentes violentos. No terreno estão mais de 17 mil capacetes azuis.