Última hora

Última hora

Entusiasmo dos eleitores em dia histórico na RDC

Em leitura:

Entusiasmo dos eleitores em dia histórico na RDC

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia histórico na República Democrática do Congo (RDC). O país africano realizou este domingo as primeiras eleições democráticas em mais de 40 anos. O actual presidente e favorito à reeleição, Joseph Kabila, votou na capital Kinshasa, tal como o principal rival e ex-inimigo de armas, Jean-Pierre Bemba. Os eleitores foram chamados a escolher os 500 membros do parlamento e o presidente. Para os habitantes do ex-Zaire é uma oportunidade para fechar o processo de transição iniciado em 2003, após anos de ditadura, caos e guerra.

A eleição foi acompanhada por mais de 80 mil polícias congoleses, 17 mil capacetes azuis e 50 mil observadores nacionais e estrangeiros. O entusiasmo é grande entre os mais de 25 milhões de eleitores. Muitos juntaram-se à porta das assembleias de voto desde o dia anterior. Apesar de ligeiros incidentes, a votação correu de forma pacífica. Durante a campanha eleitoral registaram-se seis mortos. Os resultados da primeira volta das presidenciais são esperados dentro de três semanas, mas teme-se um regresso à violência.