Última hora

Última hora

Milhares de pessoas em protesto contra ataque de Canaã

Em leitura:

Milhares de pessoas em protesto contra ataque de Canaã

Tamanho do texto Aa Aa

O bombardeamento de Canaã representa o mais sangrento ataque de Israel desde o início da ofensiva no Líbano. Milhares de libaneses reuniram-se ontem em Beirute numa manifestação contra este ataque, seguida de uma vigília pelas dezenas de vítimas mortais. Foi relembrado o simbolismo de Canaã e os mais de 100 civis mortos há 10 anos numa campanha idêntica contra o Hezbollah.

Os protestos contra o ataque israelita deste Domingo tiveram eco em vários pontos da Europa. Em Bruxelas, cinco mil pessoas exigiam o fim do conflito e mostravam-se contra a posição de Israel e dos Estados Unidos. Palavras de ordem repetidas em Paris, onde cerca de 600 pessoas quiseram exprimir a “indignação” perante o mortífero ataque em Canaã. Já no Sábado, várias cidades francesas tinham sido palco de manifestações pelo fim dos bombardeamentos.

Em Londres, também se pedia o fim das hostilidades, num protesto que reuniu vários milhares de pessoas em Trafalgar Square e que lembrava ainda as vítimas das operações israelitas em território palestiniano.