Última hora

Última hora

Apoiantes do Hezbollah celebram ataque contra Israel

Em leitura:

Apoiantes do Hezbollah celebram ataque contra Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Notícias de ataques do Hezbollah são motivo de alegria nas ruas de Beirute. Residentes da capital libanesa celebraram esta noite uma declaração do movimento xiita, que afirma ter destruído ontem um navio de guerra ao largo da cidade portuária de Tiro, no Sul do país. A informação foi desmentida por Israel.

Ontem, apesar de estar em vigor uma suspensão dos raides aéreos israelitas por 48 horas, o Tsahal efectuou bombardeamentos junto à aldeia de Taibe, no Sul. Um veículo militar libanês foi atingido noutro ataque, que matou um soldado e feriu outros três. O principal posto fronteiriço entre o Líbano e a Síria foi novamente visado; quatro funcionários alfandegários libaneses e um civil ficaram feridos.

Apesar destes ataques, milhares de libaneses aproveitaram a relativa acalmia no conflito para fugirem da “zona de guerra” no Sul, rumo ao norte do país. No entanto, numa região onde a destruição é omnipresente, a passagem de viaturas faz-se a ritmo lento.

As Nações Unidas constataram também a dificuldade em aceder às localidades do Sul onde quem fica para trás precisa desesperadamente de assistência humanitária. A aumentar a dimensão da catástrofe, foram ontem recuperados os cadáveres de 49 pessoas do interior de edifícios e viaturas destruídas. São já cerca de 600 os libaneses, na maioria civis, que perderão a vida desde o início do conflito.