Última hora

Última hora

Mel Gibson desculpa-se por declarações anti-semitas

Em leitura:

Mel Gibson desculpa-se por declarações anti-semitas

Tamanho do texto Aa Aa

Um novo “mea culpa” de Mel Gibson. A mega-estrela de Hollywood reconheceu ter proferido frases anti-semitas quando foi detido na sexta-feira por conduzir embriagado. O actor e realizador já se tinha desculpado no sábado pelas palavras ditas ao agente da autoridade que o deteve, mas ontem foi a primeira vez que reconheceu declarações anti-semitas.

A organização judaica Liga Anti-Difamação aceitou o segundo pedido de desculpas, mas entre os judeus norte-americanos ainda reina a indignação. Um judeu ortodoxo de Los Angeles afirma que “uma figura reconhecida tem que ter cuidado com o que diz em público e é terrível o que se passou”.

Outra residente de Los Angeles diz que “ele deveria ter vergonha por mentir na altura em que fez ‘A Paixão de Cristo’, (quando disse que não era anti-semita)”.

O filme, realizado em 2004, tinha sido alvo de acusações de anti-semitismo por parte de várias organizações judaicas que exigem agora actos e não palavras de Mel Gibson, para mostrar arrependimento.