Última hora

Última hora

Rockets invadem céus israelitas

Em leitura:

Rockets invadem céus israelitas

Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que uma chuva de fogo se abateu sobre Israel, um míssil do Hezbollah cruzou os céus e atingiu a Cisjordânia. Nunca antes um disparo da milícia libanesa tinha chegado tão longe. O rocket lançado a partir do sul do Líbano percorreu quase setenta quilómetros e estatelou-se entre a localidade israelita de Beit Shean e a cidade palestiniana de Janine.

No total foram mais de 150 os rockets lançados pelo Hezbollah numa clara retaliação à operação comando realizada pelo Tsahal durante a noite. Os disparos fizeram uma vítima mortal em Nahariya e mais de uma dezena de feridos. Entre as localidade alvejadas contam-se Kyriat Shmona, Safed e Tiberias. Nesta cidade turística perto do mar da Galileia os estragos materiais foram tão avultados que os socorristas afirmaram ser incapazes de alcançar os locais mais atingidos.

O partido xiita radical emitiu um comunicado no Líbano justificando a acção pelo facto do “inimigo ter ido longe demais nos ataques a civis.” Desde o início da guerra há três semanas o Estado hebreu já foi alvejado com perto de 1.700 rockets. Os projécteis causaram a morte a 19 pessoas e fizeram centenas de feridos.