Última hora

Última hora

BCE sobe juros para os 3%

Em leitura:

BCE sobe juros para os 3%

Tamanho do texto Aa Aa

O dinheiro está mais caro no grupo de doze países da Zona Euro. Tal como a maioria dos analistas tinha já previsto, o conselho de governadores do Banco Central Europeu subiu a taxa de juro directora dos 2,75% para os 3%.

A inflação, guiada pelo aumento nos preços do petróleo, é um fantasma que continua a pairar. Com esta medida, o Banco Central espera travar este aumento no ritmo da subida dos preços.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, deu as explicações: “Há riscos para a estabilidade dos preços a curto, médio e longo prazo. O risco para o crescimento é de oscilação, a curto e médio prazo, e de queda, a longo prazo, por causa do que está em jogo. Esta é a nossa análise actual, vamos ver o que fazemos depois, mas o nosso mandato é claro: temos que assegurar a estabilidade dos preços”.

O BCE começou, em Dezembro do ano passado, a subir gradualmente a taxa de juro de referência, que esteva então a um nível historicamente baixo de 2%.

A inflação no grupo dos Doze foi, nos últimos três meses, de 2,5%, um nível bastante acima do limite de 2% estabelecido pelo BCE.

Embora os juros mais altos ajudem a combater a subida dos preços, os analistas advertem para os riscos de uma taxa demasiado elevada, que pode travar o crescimento económico, que deve, de qualquer forma, abrandar no próximo ano.