Última hora

Última hora

Tsahal combate Hezbollah de Norte a Sul

Em leitura:

Tsahal combate Hezbollah de Norte a Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Israel retomou esta noite os bombardeamentos no Sul de Beirute, ao mesmo tempo que intensifica a ofensiva terrestre no Líbano. Cerca de 10 mil soldados lutam contra as mílicias do Hezbollah no Sul do país. Combates particularmente intensos nas aldeias de Kfar Kila e Aita al-Shaab. Nesta última, um soldado hebreu morreu e quatro ficaram feridos.

A aviação israelita conduz bombardeamentos em apoio às unidades no solo. Sete civis e um militar libaneses perderam a vida num ataque aéreo, naval e terrestre sobre a região de Tiro. Durante a noite, o Tsahal conduziu o segundo raide aéreo em 24 horas sobre Akkar, no norte do Líbano, região limítrofe da Síria. Depois de alguns dias de descanso, a aviação voltou a bombardear os bairros do Sul da capital, feudo do Hezbollah.

O chefe do Estado-Maior israelita, Dan Haloutz, tinha indicado que o exército planeava “novos ataques em profundidade, sobretudo na região de Beirute”. Com o conflito já na quarta semana, o número de mortos libaneses ultrapassa os 800, na grande maioria civis, segundo as autoridades. Do lado israelita, morreram 19 civis e 37 militares.

Apesar de Israel dizer que as capacidades do Hezbollah foram reduzidas, o movimento xiita lançou ontem um número recorde de 230 mísseis sobre o país vizinho, atingindo pela primeira vez a região de Beth Shéan, a 60 quilómetros da fronteira.